Os Estados Unidos têm muito a oferecer a seus visitantes. Além das tradicionais rotas turísticas que incluem Miami, Nova York e Orlando, existem cidades pequenas e charmosas, muitas delas desconhecidas pelos estrangeiros que visitam o país, que deixam qualquer um boquiaberto. Listamos 10 cidades encantadoras nos Estados Unidos para você visitar na sua próxima viagem:


1. Camden
          Maine


Camden é uma pequena e pitoresca cidade portuária que parece cenário de filme. A melhor época para visitá-la é no outono, quando as folhas ganham coloração avermelhada, típica da região.


2. Savannah
          Georgia

por Daniel Mayer (CC BY SA)

Savannah é a cidade mais antiga do estado da Georgia. É cercada de muito verde e muitos a consideram a cidade mais charmosa do país.


3. Edgartown
          Massachusetts

por alirjd (CC BY NC)

Edgartown está localizada na ilha de Martha's Vineyard, tradicional reduto de verão dos ricos e famosos. Sua casas foram construídas no estilo vitoriano e são muito bem preservadas. O local é repleto de lojas e galerias.


4. Helen
        Georgia


A cidade de Helen tem grande influência de imigrantes alemães e suas casas foram construídas no estilo bavariano. É famosa por sua Oktoberfest.


5. Breckenridge
          Colorado


Localizada em um estado conhecido por suas charmosas estações de ski, Breckenridge destaca-se por suas vistas deslumbrantes. No inverno atrai esquiadores de todos os níveis e no verão é ideal para entusiastas de esportes ao ar livre, com trilhas para caminhadas e locais para rafting e pescaria.


6. Carmel-by-the-sea
          California


Carmel é uma pitoresca cidade ao sul de San Francisco, repleta de charmosos chalés e vistas fantásticas. A cidade é pequena e seus cafés, restaurantes e pousadas, bem como suas lojas e galerias de arte, oferecem uma infra-estrutura completa para seus visitantes.


7. Charleston
          South Carolina

por phedlund33 (CC BY NC SA)

Charleston é a cidade mais antiga do estado de South Carolina. Destaca-se pela rica história, arquitetura bem preservada e excelentes restaurantes. Seu povo é hospitaleiro e recebeu algumas vezes o prêmio de "a cidade mais amigável dos EUA" por publicações e revistas de turismo.


8. Santa Fe
          New Mexico

por Kayla Sawyer (CC BY NC SA)

Santa Fe é a capital do estado de New Mexico e sua arquitetura tem grande influência da cultura mexicana. Destaca-se por sua beleza cênica, diversidade cultural e grande concentração de artes e música.


9. Holland
          Michigan

por Fran Thompson Photos (CC BY NC)

Com grande influência holandesa, a cidade destaca-se por seu festival anual de tulipas que ocorre em maio, quando o cenário fica repleto de flores coloridas. Há excelentes opções de compras e restaurantes no local.


10. Leavenworth
          Washington

por Jen (CC BY NC SA)

Leavenworth é um destino tradicional para moradores de Seattle. A cidade charmosa tem suas casas inspiradas na Bavária e a natureza ao redor da cidade favorece esportes como ski, alpinismo, rafting, entre outros. 


O sul do Pacífico tem verdadeiras joias escondidas. Além da famosa Polinésia Francesa, há inúmeras ilhas que desfrutam de águas cristalinas e uma natureza exuberante. Listamos 7 destinos exóticos no sul Pacífico para inspirar sua próxima viagem:


1. Ilhas Cook

por luthor552 (CC BY NC SA)

A ilhas Cook são um arquipélago de 15 ilhas, muitas delas desabitadas, com água cristalina e muito verde. Existe uma boa infraestrutura para o turismo nas ilhas de Rarotonga, a sua capital, e Aitutaki.
Como chegar: É possível chegar do Brasil a Rarotonga, nas Ilhas Cook, fazendo conexões em Santiago do Chile e Auckland ou Sydney ou então fazendo uma conexão em Los Angeles.


2. Fiji

por Nokes (CC BY NC SA)

O arquipélago de Fiji compreende mais de 300 ilhas, um terço das quais são desabitadas. As duas maiores e mais importantes ilhas são Viti Levu, onde fica a sua capital Suva, e Vanua Levu. O local paradisíaco já foi cenário para muitos filmes, incluindo A Lagoa Azul e O Náufrago.
Como chegar: É possível chegar em Fiji fazendo conexão em Los Angeles ou então em Santiago do Chile e Auckland, Sydney ou Brisbane.


3. Samoa

por Andre Pinho (CC BY NC SA)

Samoa é um arquipélago de 10 ilhas. As mais importantes delas são Upolu, onde fica sua capital Apia, e Savai'i. Apesar de haver alguns resorts em Upolu, as acomodações em geral são simples, e o local é ideal para amantes da natureza.
Como chegar: É possível chegar em Samoa fazendo conexão em Santiago do Chile e Auckland, Sydney ou Brisbane ou então fazendo conexão em Los Angeles e Havaí ou Fiji.


4. Ilhas Salomão

por Andre Pinho (CC BY NC SA)

O arquipélago compreende centenas de ilhas e a maior delas é a ilha de Guadalcanal, onde fica sua capital Honiara. Longe das massas de turismo, o arquipélago é bem preservado, ideal para mergulho e relaxamento.
Como chegar: Para chegar nas Ilhas Salomão é necessário fazer conexão em Los Angeles e Fiji ou em Santiago do Chile e Brisbane.


5. Vanuatu

por elyse patten (CC BY NC)

Vanuatu é um arquipélago que compreende mais de 80 pequenas ilhas, sendo a grande maioria desabitada. A capital, Port Vila, fica na ilha Efate, mas a maioria dos visitantes prefere se hospedar na ilha Espiritu Santo, onde ficam os principais resorts da região.
Como chegar: Para chegar em Vanuatu é necessário fazer conexão em Santiago do Chile e Auckland, Sydney ou Brisbane ou então em Los Angeles e Fiji.


6. Nova Caledônia

por saturnino (CC BY NC ND)

Grand Terre é a maior ilha do arquipélago da Nova Caledônia e a terceira maior ilha do Pacífico, atrás de Papua Nova Guiné e Nova Zelândia. Lá fica a capital, Nouméa, e a ilha é rodeada por uma das mais impressionantes barreiras de corais do mundo. O arquipélago é ideal para a prática do mergulho e suas ilhas periféricas, como Île des Pins e Ouvéa, têm algumas das melhores praias do Pacífico.
Como chegar: Para chegar na Nova Caledonia é necessário fazer conexão em Santiago do Chile e Auckland, Sydney ou Brisbane ou fazer conexão em Los Angeles e Fiji ou então chegar a Tóquio e de lá pegar um voo até a capital Nouméa.


7. Tonga

por Auckland Photo News (CC BY)

O arquipélago compreende mais de 170 ilhas. Na ilha principal, Tongatapu, fica a capital Nuku'alofa. A região é repleta de belas praias e é ótima para observar baleias jubarte.
Como chegar: É possível chegar em Tonga fazendo conexão em Santiago do Chile e Auckland ou Sydney ou então fazendo conexão em Los Angeles e Fiji.



As viagens de trem são relaxantes e permitem ao viajante observar e admirar as mais diversas paisagens. De cenários com picos nevados a desertos alaranjados, listamos 9 das mais belas viagens de trem do mundo:


1. Rocky Mountaineer
     Canadá


O trem possui 6 rotas diferentes, mas a mais espetacular delas é a que vai de Calgary a Vancouver. A jornada leva dois dias e você verá montanhas, cânions, lagos e rios, além de uma impressionante vida selvagem.


2. Glacier Express
     Suíça


Uma das mais famosas rotas turísticas de trem do mundo, o Glacier Express viaja de Zermatt a St. Moritz durante 7 horas, passando por cenários incríveis, com montanhas de picos nevados e vales encantadores. 


3. West Highland Line
     Escócia


O trajeto de Glasgow a Mallaig é percorrido em aproximadamente 5 horas e é considerado um dos cenários mais espetaculares do mundo. A época mais bonita para fazer a rota é na primavera, quando os campos florescem. Uma curiosidade sobre o local: O Viaduto Glenfinnan, próximo à Mallaig, foi um dos locais de filmagem para o Expresso de Hogwarts nos filmes de Harry Potter. 


4. TranzAlpine
     Nova Zelândia


A TranzAlpine faz o trajeto de Christchurch a Greymouth, de leste a oeste da Ilha Sul da Nova Zelândia, passando por campos, rios, montanhas e florestas, mostrando a bela natureza do país.


5. The Ghan
     Austrália


O trem corta o país de sul a norte, saindo da cidade de Adelaide e chegando até Darwin. A viagem dura aproximadamente 54 horas e passa pelo Outback australiano. O trem faz duas paradas de quatro horas cada para que os turistas possam explorar a região.


6. Bergen Railway
     Noruega


A ferrovia vai de Oslo a Bergen em aproximadamente 7 horas, atravessando montanhas e costeando fiordes. A viagem proporciona um dos mais dramáticos e deslumbrantes cenários do norte da Europa.


7. Bernina Express
     Suíça


O trem panorâmico conecta Chur ou Davos, na Suíça, a Tirano, na Itália. Toda a rota é rodeada de paisagens deslumbrantes, incluindo algumas regiões listadas como Patrimônio Mundial pela UNESCO.


8. Hiram Bingham Orient-Express
     Peru


O trem luxuoso faz a rota de Cusco a Machu Picchu. A rota começa em planaltos e passa por campos verdes e aldeias coloridas. O trem chega próximo ao topo da montanha de Machu Picchu, a mais de 7.500 metros acima do nível do mar. Chá de coca e oxigênio estão disponíveis em caso de mal-estar.


9. Denali Star
     EUA (Alasca)


O trem liga Anchorage a Fairbanks, no Alasca. O belo cenário da rota impressiona pela rica vida selvagem. O trem funciona de março a setembro.


Nova York oferece muitas experiências aos seus visitantes e há muito o que ver na cidade. Muito mais do que você imagina. A cidade que nunca dorme guarda segredos em todas as esquinas e descobri-los é uma aventura! Listamos 10 lugares desconhecidos em Nova York que valem a visita:


1. Parte do Muro de Berlim
       520 Madison Avenue

por mementosis (CC BY NC ND)

Em meio a prédios de escritórios no centro de Manhattan é possível encontrar 5 seções do antigo Muro de Berlim. O lado ocidental é decorado com pinturas dos artistas alemães Thierry Noir e Kiddy Citny e o lado oriental permanece em branco, como lembrança à opressão do regime político da antiga Alemanha Oriental.


2. Historic Richmond Town
       Staten Island

por lulun & kame (CC BY NC SA)

Vila histórica localizada próximo ao centro de Staten Island, a Historic Richmond Town proporciona uma viagem no tempo e compreende mais de 30 construções preservadas que datam do final 17 ao início do século 20. A visita custa US$8 e inclui um museu de folclore e costumes. 


3. MoMath

       11 E 26th Street

por adafruit (CC BY NC SA)

O MoMath é um museu dedicado à matemática inaugurado em 2012. O museu oferece uma divertida experiência e procura mostrar a seus visitantes a relevância da matemática no cotidiano da sociedade. O ingresso para adultos custa US$15.


4. Angel Orensanz Foundation
       172 Norfolk Street

por Patricia.fidi (CC BY)

A fundação está localizada em uma antiga sinagoga construída no Lower East Side em 1849 e tem o nome de um escultor judeu espanhol que, para preservar a construção e evitar a sua demolição, transformou-a em uma galeria. A sinagoga já foi a maior do país, com 1.500 assentos, mas foi abandonada após o Segunda Guerra Mundial. Atualmente a fundação acolhe regularmente exposições de arte e eventos.


5. Cleopatra's Needle
       Central Park

por darthmauldds (CC BY NC SA)

Durante o século 19, três obeliscos do Egito Antigo, todos popularmente conhecidos como "Cleopatra's Needle" (agulha de Cleópatra), foram reerguidos. Um foi para Paris, outro para Londres e um terceiro foi para Nova York, como presente do Egito aos Estados Unidos. Feito em granito, o obelisco está localizado no Central Park em frente ao Metropolitan Museum of Art.


6. Pomander Walk
       Entre 94th e 95th Street

por Niklem (CC BY SA)

Destoando da arquitetura da região, Pomander Walk é um complexo residencial localizado no Upper West Side e lembra uma antiga vila inglesa. A vizinhança foi construída baseada em um bairro londrino cenográfico de uma peça de 1910, de mesmo nome. Infelizmente o local não é aberto ao público, mas é possível espiar através de seus portões nas ruas 94th e 95th.


7. Whispering Gallery
       Grand Central Station

por B* Cakes (CC BY NC)

Em frente ao Oyster Bar está a "Galeria do Sussurro" da Grand Central Station. Coloque sua orelha nos azulejos na interseção das passarelas e você vai descobrir um segredo: mesmo o mais silencioso sussurro pode ser ouvido e nem o barulho da multidão atrapalha. Esta singularidade acústica é causada pelos arcos extraordinariamente perfeitos que compõem a galeria.


8. Union Square Metronome
       60 E 14th Street

por Jack Crossen (CC BY NC SA)

O Metronome é uma obra de arte na fachada de um prédio na Union Square. O conjunto de 15 dígitos grandes de LED é conhecido como o relógio mais confuso do mundo. Os sete dígitos mais à esquerda mostram a hora no formato convencional de 24 horas, como horas (2 dígitos), minutos (2 dígitos), segundos (2 dígitos), décimos de segundo (1 dígito). Os sete dígitos mais à direita mostram a quantidade de tempo restante em um dia de 24 horas, com décimos de segundo (1 dígito), segundos (2 dígitos), minutos (2 dígitos), hora (2 dígitos). O dígito do centro representa centésimos de segundo, e aparece como um borrão. Por exemplo, se o relógio mostra "195641188180304", isso significa que o horário é 19:56 ( 07:56 ) e 41,1 segundos e que há 04 horas, 03 minutos e 18,8 segundos restantes no dia. 


9. Sidewalk Subway Map
       110 Greene Street


Em uma calçada do SoHo, uma obra de arte despretensiosa passa despercebida entre os visitantes que costumam olhar para cima e observar os edifícios. Feita em 1985, o desenho na calçada tem o formato da rede de metrô da cidade. Os pontos de luzes de LED iluminam o local à noite.


10. Cofre de Ouro do Federal Reserve Bank of New York
       33 Liberty Street


O Federal Reserve Bank de Nova York oferece visitas guiadas gratuitas para quem quer aprender sobre o sistema financeiro americano. Durante a visita, e depois de passar por um rigoroso processo de segurança, o visitante poderá ver o cofre com o maior estoque de ouro do mundo. São cerca de 7 mil toneladas de ouro, equivalente a US$400 bilhões. É necessário reservar a visita com pelo menos 5 dias úteis de antecedência.


Veja também: Guia de Nova York

 
© 2014. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff